terça-feira, 22 de julho de 2014

Importância das pessoas



                                                                      Imagem daqui

Há muita gente que ainda não percebeu que tem para mim a importância que eu lhes dou, e não a importância que elas acham que têm.
Este post é dedicado a duas delas que acharam que nós não tínhamos vida antes de aparecerem, que eu não tinha amigas e precisava desesperadamente de "desabafar" quando a realidade era bem o oposto. Era e é!
Ela dá-se bem com toda a gente e é uma delicadeza. Adora a sogra e dá-se muito com ela. Nas costas fala mal de tudo e de todos, mas sempre com o seu ar delicado. E chora, e diz que chora. E defende o marido mas chora que ele não é perfeito como ela quer.
E adora crianças e queria filhos, mas olhava (e olha) de soslaio para todos os que não são dela como se se tratassem de criaturas inferiores.

E eu, bem...eu aguentei até onde me apeteceu...até que deixou de ter piada. Até o meu I. começar a perceber das coisas e não lhe apetecer meter-se com ela porque é esquisita (já disse que este miúdo é um orgulho...e a pequena também, claro! <3). Esteve lá uns tempos metida com os botões dela e deixou-me em paz...mas não é que agora lhe deu na veneta outra vez a se reaproximar?!!!!

Haja paciência...um dom que infelizmente Deus não me deu!!!!



3 comentários:

  1. Há pessoas que se acham o centro do mundo. Livra!

    ResponderEliminar
  2. Mesmo!!! Como se fossem o último copo de água no deserto!

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas que pensam que tudo gira à sua volta! São mesmo irritantes!
    Obrigado por seguires o meu blogue!
    Já te sigo também! Gostei muito de aqui passar!
    Bjs

    ResponderEliminar